As crianças são a curiosidade em pessoas! Elas são naturalmente dotadas de curiosidade e intuição e estão abertas a tudo que encontram.

Tudo é interessante para elas e é por isso que querem explorar, inspecionar e conhecer mais sobre cada coisa. Isso é um grande sinal de um desenvolvimento saudável.

Os pais e responsáveis ​​também precisam ajudar as crianças a desenvolver sua consciência, o que será um ótimo meio de obter experiências mais profundas. Por meio delas, as crianças aprenderão sobre autoestima e valores morais.

Os pais desejam que seus filhos tenham valores semelhantes e bons na vida. Então, como ensinamos isso? Aqui estão 5 maneiras que você pode fazer para enriquecer a consciência do seu pequeno:

Seja o exemplo a seguir. O que você diz e faz diariamente reflete sua visão do mundo. Se você disser coisas boas e positivas, seus filhos farão o mesmo. As crianças são grandes imitadoras. É importante que você esteja ciente do seu modelo de mundo, especialmente na agitada vida diária. Às vezes, podemos pensar que temos um modelo positivo, apenas para nos descobrirmos estressados, xingando e mal-humorados na maioria do tempo!

Ouça quando eles falam. As crianças costumam fazer perguntas que podem até parecer bobas para os adultos, como “Mãe, onde o sol dorme quando chega a noite?” Ouça-os e responda à sua pergunta: “O sol não dorme. Ele brilha em outros lugares do mundo. ” Muitas vezes, esses são os melhores momentos para aprender, que muitos pais costumam dispensar. Ao ouvir e responder às centenas de perguntas diárias, as crianças se sentirão respeitadas e saberão que podem contar com você para enfrentar e descobrir este grande mundo.

Expresse seus sentimentos. É importante que as crianças conheçam todos os sentimentos e não há melhor maneira de elas aprenderem a gerenciá-los do que vendo você lidando com os seus. Se você se sentir feliz, mostre e compartilhe toda a felicidade e energia positiva e pensamentos com as crianças. Se você está cansado, deixe-os saber e comparar com algo do mundo deles, para que possam se identificar. “Trabalhei o dia todo e estou me sentindo muito cansada! Você se sentiu cansado depois da aula de natação hoje? ” É importante adquirir o hábito de rotular nossas emoções para podermos identificá-las e então gerenciá-las. Muitos adultos ainda têm problemas com isso porque não aprenderam quando crianças.

Apresente-os à natureza. Diga-lhes que todas as coisas que acontecem no mundo estão conectadas umas às outras e que há uma razão para isso. Por exemplo, a água é necessária para irrigar as plantas e as plantas são fonte de alimento para outras criaturas vivas.

Seja consistente com suas regras e definição de limites. É tão fácil dizer às crianças o que elas não podem fazer que muitas vezes nos esquecemos de dizer o que se espera delas! As crianças devem ser informadas sobre todas as coisas que PODEM fazer e o que está fora dos limites – e uma breve explicação do porquê. Certifique-se de que todos os adultos / cuidadores saibam e estão na mesma página para que não haja confusão para as crianças.

Estas 5 dicas ficam mais fáceis de executar quando você fica atenta a elas. Lembre-se de que as crianças são excelentes imitadoras. Após fazer ou dizer algo que gostaria que eles nunca dissessem ou fizessem, há uma grande chance de que eles façam ou digam o mesmo, então, é bom começar a praticar a parentalidade intencional agora mesmo!


0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado.