A quarentena mudou a dinâmica de nossas vidas e, apesar de muitos pais estarem habituados com os seus filho em casa durante as férias, tê-los em casa em período que seria de aula e, principalmente, quando precisa trabalhar em home office, pode ser um grande desafio. Além de mudar toda a rotina da criança, o que gera um desconforto, ela se sente limitada em só poder estar em casa e não poder sair e ver seus amiguinhos. Esta situação gera uma tensão e frustração natural na criança. 

Converse sobre a importância da quarentena

Crianças são observadoras, atentas e percebem mudanças ao seu redor e tudo que é falado; ela também sente a tensão dos pais com todas as preocupações causada pelo isolamento e das consequências do vírus no mundo. Por isso, é essencial ter uma conversa sincera com seus filhos, explicar o que é o coronavírus e a importância do isolamento social e das precauções com a prevenção do contágio. É preciso mostrar calma, mas ser sincero, falando o necessário e também compartilhando seus próprios sentimentos e inseguranças.  

Seja compreensivo com seu filho

Nesse momento, os pais precisam mostrar que entendem as frustrações de seus filhos, agir com respeito e também dividirem com eles as suas frustrações. Você pode ensinar formas lúdicas para conscientizar seus filhos sobre a importância da higienização das mãos, de não dividir objetos pessoais e da importância de manter as superfícies limpas. Higienizar as mãos com eles e seguir as recomendações da OMS para que, assim, eles sigam o exemplo. Explique que esta situação é apenas uma fase, mas que é preciso nos adaptarmos. 

Esteja presente, mantenha os rituais da família, mesmo que em um ambiente diferente, pois isso ira ajudar a passar mais segurança e a deixar menos estressados. Fazer ligações de vídeos com os avós e com os coleguinhas do seu filho é, também, uma forma de mostrar que existem alternativas de contato quando se vive no isolamento. Se possível, reserve um cantinho próximo do espaço que você trabalha em home office para a criança brincar, talvez um brinquedo especial que possa brincar apenas quando cada um estiver fazendo sua atividade. Por exemplo, esse pode ser o momento de brincar de massinha, completar um jogo de quebra-cabeças ou ler um livrinho.

Adaptação é a melhor forma de lidar com a quarentena

Eu não sou em favor de desenhos animados, nem mesmo o contato de crianças com eletrônicos, principalmente, os mais novos. Em algumas situações, não temos muitas alternativas e, além de serem pais, é preciso cumprir as tarefas diárias como profissionais. Então, como uma forma de equilibrar as suas demandas e manter seu filho com hábitos saudáveis, você pode – e deve – estabelecer horários e parâmetros de acesso à televisão e eletrônicos em gerais com seus filhos. Selecione canais educativos como Discovery Channel, History Channel e NatGeo. Opte por programas clássicos, com personagens reais, como Vila Sésamo, Sitio do Pica-Pau Amarelo, Castelo Ra-Tim-Bum que você já está familiarizado com o conteúdo que minimiza o risco em expô-los a um programa inapropriado para sua idade. Você pode também procurar por programas de atividades físicas, como yoga para crianças ou coreografias e danças. Você pode encontrar também contadores de historia e livros educativos, bem dinâmicos que ensinam de forma divertida, estimulando a criatividade da criança.

Pode aproveitar esse período, também, para estar mais próximo, passar mais tempo junto a seus filhos. É comprovado cientificamente que brincar com seu filho diminui o estresse entre os pais! Além de brincar, você pode também fazer as tarefas da casa com o seu filho, de forma divertida, desde já o ensinando a ter independência e a importância de ajudar em casa para o bem de todos. 

Como podemos ver, mesmo com todas as mudanças e dificuldades em se adaptar à nova rotina, é possível aproveitar bastante para estar próximo de quem você ama, ser produtivo, ensinar e aprender novas formas de executar suas tarefas e organizar a vida em família.

Categorias: Quarentena